COMO A MEDITAÇÃO MUDOU A MINHA VIDA TODA – POR RENATA ROMEIRO

By

Quando a Beta pediu ajuda pra meditar, fui logo incentivando e contando como a meditação mudou minha vida toda. Foi aí que ela se interessou pela história e me fez umas perguntinhas.

Antes de tudo, meditação é pra todo mundo. É pra vida real, pra pessoas comuns. Não precisa ser xiita, místico nem religioso. Não precisa ser vegano e viver experiências transcendentais na Índia. Não precisa passar horas sentado de pernas cruzadas no chão de frente para um altar (a menos que você queira). É um exercício para a mente, simples assim. E qualquer um pode se beneficiar com esse processo.

Por falar em processo, também é importante entender que meditação é sobre isso: processo. Não pode existir cobrança nem preocupação com resultado. Não tem linha de chegada, certo ou errado. Em alguns dias vai ser mais tranquilo, em outros mais agitado, às vezes um sentimento que estava escondido vai aparecer. E tudo bem! É um processo humano, imperfeito.

POR QUE VOCÊ BUSCOU A MEDITAÇÃO?

Tinha curiosidade, mas não sabia por onde começar. Em algum momento surgiu na minha vida um aplicativo chamado Headspace. Logo me apaixonei pelo conceito todo. É tudo simples, bem explicado e a interface é linda (sou designer e tenho aflição de aplicativo feio!). Tudo criado por mãos e mentes humanas para pessoas que, como eu, querem começar.

COMO FORAM OS PRIMEIROS DIAS?

Comecei um pouco desconfiada. Será que isso é pra mim? Será que vou conseguir? Mas as sessões são guiadas e, muitas vezes, precedidas por vídeos que mostram que não existe “não conseguir”. Não é uma disputa. Mesmo durante a tempestade, tem um céu azul e calmo um pouco mais no alto, e nossa mente também é assim. Quando entendi isso, parei de sofrer com os pensamentos insistentes e por não “saber” meditar. Me abri para o processo.

renataromeiro_meditacao

QUANDO VOCÊ COMEÇOU A SENTIR DIFERENÇA NO SEU COMPORTAMENTO? O QUE ERA ISSO EXATAMENTE?

Foi muito interessante. Quem sentiu primeiro não fui eu, foi meu marido, já na primeira semana. Eu costumava acordar meio mal-humorada e sem ânimo para começar o dia. Com a meditação e um período de muito trabalho, comecei a acordar 5h30 (ninguém precisa acordar tão cedo, viu?). Mais tarde, quando o marido acordava, eu já estava feliz e radiante vivendo meu dia. A observação dele me incentivou a continuar. Quando terminei os primeiros 10 dias gratuitos do Headspace, comprei a assinatura anual.

Sobre as mudanças, foram muitas, maravilhosas e todas interligadas. As principais:

•  Disciplina e comprometimento: são necessários até o hábito se tornar natural. Esse compromisso, com uma coisa que só depende de mim e faz bem, me empoderou. Depois disso comecei a correr, por exemplo, algo que achava que não conseguia fazer.

•  Autoconhecimento: fiquei mais consciente de mim mesma, dos meus comportamentos, capacidades e limitações. Me entendo melhor e me aproximo da pessoa que quero ser, deliberadamente.

•  Mindfulness / presença: estou muito mais presente e inteira no que quer que esteja fazendo: trabalhando, correndo, dirigindo, comendo… Minha percepção e minha atenção estão ali. Isso é maravilhoso, ainda mais na correria em que vivemos. Me permite, por exemplo, antecipar e evitar coisas, como perceber que vou me irritar com alguém antes disso acontecer.

•  Relação com o outro: a meditação facilitou minha empatia, me tornou mais tolerante e generosa (comigo e com os outros). Procuro perceber meus preconceitos e não tentar encaixar as pessoas no que acho que é certo, e isso deixa a vida bem mais leve. É um processo eterno de evolução. Meu casamento também melhorou infinitamente!

•  Tempo / produtividade: tem uma frase (cujo autor desconheço) que diz: “Se você tem tempo, medite meia hora. Se você não tem tempo, medite uma.” Fez tudo render, me deixou mais disposta e bem mais produtiva.

COMO É SUA ROTINA DE MEDITAÇÃO HOJE?

Assino o Headspace há 2 anos. Prefiro meditar todo dia bem cedinho, em jejum, por até 20 minutos (sim, é só isso pra tanta mudança!), no tapete da minha sala. Antes, qualquer mudança de horário ou ambiente me incomodava, mas hoje faço até dentro do carro na hora do almoço. Se viajo e tenho um cenário, também aproveito. E não me cobro. Se não faço um dia, continuo no outro e tudo bem.

É UM HÁBITO PRA VIDA TODA?

Sem dúvidas! Só me trouxe coisas boas, melhorou muito minha qualidade de vida e minhas relações comigo e com o mundo. E o mais incrível é que depende só da gente mesmo, qualquer um pode meditar até em uma ilha deserta. Enfim, recomendo pra todo mundo!

PS.: Aqui tem os meus – Roberta – primeiros 10 dias de meditação com o HeadSpace

Tags:


,

junho 2, 2016 7:14 pm

Comentários

0

Você também pode gostar....

Comentários

0

Posts que você pode gostar