O QUE VOCÊ FARIA SE NÃO TIVESSE MEDO?

By

Eu sempre me achei uma pessoa muita corajosa, dessas de andar na rua sozinha de madrugada, de enfrentar qualquer situação desconhecida, de tomar um porre sem precedentes, de pegar um avião sozinha pra outro país sem falar a língua local, de passar por um atentado terrorista neste país, de falar em público… Enfim, essas coisas que entram na lista das pessoas corajosas.

Só que, de uns tempos pra cá, descobri que eu tenho medos absurdos, de coisas aparentemente simples.  Medo de não ser aceita, medo de me posicionar, medo de falar não, medo de falar sim. Enfim, essas coisas que a gente já deveria vir de fábrica.

Ainda bem, que, também de uns tempos pra cá, eu admiti isso e resolvi tirar satisfação comigo mesma. Era inaceitável pra mim, uma pessoa até então tão corajosa, sentir tanto medo. Comecei a falar com as pessoas sobre isso e, quando a gente fala, é o som da nossa voz que a gente ouve, consequentemente, somos obrigadas a agir.

Hoje eu ganhei de presente essa plaquinha da foto: O QUE VOCÊ FARIA SE NÃO TIVESSE MEDO?, seguida de um conselho que eu não poderia ser egoísta em não dividir com vocês:

“Se ame, incondicionalmente, e aja.”

PS.: Obrigada Alinne.

Tags:


novembro 26, 2015 8:30 pm

Comentários

0

Você também pode gostar....

Comentários

0

Posts que você pode gostar