SECRETS AND STUFF – JANAÍNA MASSOTE

By

betamaia_secrtesandstuff_janainamassote1

O Secrets and Staff de hoje é especial ~ não que os outros não tenham sido ~ mas este vem com uma carga emocional grande. Conheço a Jana (sim, Jana, pra mim e pra vocês) desde que me entendo por gente. Somos da mesma cidade, nossas famílias são amigas, sou amiga das irmãs dela e, dela, obviamente.

Sempre olhei pra Jana com olhos de admiração, sempre a considerei uma das pessoas mais autênticas que eu conheço, verdadeira, original, além de linda e cheia de estilo. Por tudo isso, resolvi convidá-la pra dividir um pouco dos seus segredos com a gente, para que a gente possa se inspirar na mesma fonte que ela. Ela topou na hora e não economizou nas palavras!

Vem ver o que a Jana contou pra gente:

1. Inevitável não começar por essa parte… Você tem uma pele ótima e um um cabelo maravilhoso. Queremos saber como é a sua rotina de cuidados.

Sou um pouco preguiçosa e faço o mínimo necessário.

Pele: Nunca durmo de maquiagem, uso protetor solar todos os dias e quando alguma coisa me incomoda mais, tenho uns produtinhos que uso pra ajudar: pra suavizar manchinhas, pra área das olheiras, vitamina C.. Mas, confesso que não consigo manter uma continuidade. Deveria, mas, não tenho essa disciplina.. ainda! rs

Cabelo: Uso bons xampus e condicionadores, que nem sempre são os mesmos. Procuro alternar. Faço hidratação pelo menos uma vez por mês. Quando tenho mais paciência, de 15 em 15 dias.

Para os 2: Tomo muita água todos os dias, pelo menos 2 litros, e procuro ter uma boa alimentação, com muitas verduras e frutas.

Acho que é o mínimo, né?

Captura de Tela 2015-12-08 às 21.12.28

2. Você talvez seja uma das pessoas mais autênticas que eu conheço, existe algum ônus por sustentar tamanha autenticidade?

Não me considero autêntica. Acho que o que eu faço, que é um pouco incomum, é agir de acordo com o que eu acredito, com o que penso, com o que eu falo. E, realmente, me incomodo menos com o que pensam a meu respeito. Sempre nadei um pouco contra a maré em relação a questões e comportamentos que, às vezes, eram fáceis para as pessoas e que, pra mim, eram mais complicados. Eu não nunca consegui me adequar muito. Então, fui meio que obrigada a entrar em contato comigo, buscar minha essência pra tentar descobrir o que seria legal pra mim. Essa busca não é fácil, porque a gente é bem “estranho” de perto ou de dentro. Mas, é necessário pra gente ficar à vontade com a gente mesmo. E ela nunca termina, né? Porque a gente tem obrigação de evoluir sempre na vida. Acho que isso talvez seja a razão de alguém me enxergar de forma diferente. Mas, foi só uma questão de necessidade mesmo. Se existe ônus? Claro que existe! Você tem que assumir a responsabilidade sobre as escolhas que faz na vida, o que você fala, como se comporta. E, se isso não está de acordo com o que a maioria espera.. ou você recua, ou aguenta o tranco! rs. As pessoas não são obrigadas e entender, menos ainda a concordar com você. O mínimo que se espera é respeito. Coisa muito rara hoje em dia. Mas, eu acho que é a palavra mais linda e importante do mundo! RESPEITO! Se você tem isso, aprende a ser generoso, aprende a conviver com o que é diferente e aprende a se comprometer. Eu me comprometo comigo, com outro.. E, talvez seja essa a origem da autenticidade.

betamaia_secrtesandstuff_janainamassote3

3. Você é Arquiteta e Administradora de Empresas, como é a sua rotina de trabalho? Como você fez pra conciliar as duas formações e o que mais te encanta na sua área de atuação?

Minha alma é de arquiteta. Foi minha primeira faculdade e foi minha primeira paixão na vida. Me abriu um mundo que eu nem sabia que existia. Me fez descobrir o amor pela Arte e esse foi o maior legado da Arquitetura na minha vida. Fiz administração para me ajudar na profissão de arquiteta mesmo. Gostei muito e me direcionou para minha profissão atual. Trabalho com Gestão de Projetos, o que incorpora os elementos técnicos da arquitetura e engenharia e, ao mesmo tempo, os elementos gerencias e burocráticos da Administração. Minha rotina de trabalho oscila muito entre épocas de muito trabalho e épocas mais tranquilas aguardando elaboração e retorno de projetos. Minha profissão exige uma habilidade muito grande na gestão de todas as pessoas envolvidas nos contratos (famosos stakholders). As demandas são muitas e vêm de todos os lados: clientes, diretoria da empresa, equipe técnica.. E os conflitos são invitáveis. Trabalho com projetos de obras públicas. Então.. não é fácil! O cliente está SEMPRE certo, mesmo quando não tem razão e, gerenciar isso, exige, entre outras coias, muita paciência. Mas, é sensacional ver a equipe toda empenhada em fazer o melhor possível, mesmo com todas as dificuldades e, no final, ver os projetos prontos e as obras executadas. É uma realização! Eu amo esse quebra cabeça que é a elaboração de projetos e a gestão de pessoas. Amo o que eu faço e me acostumei a lidar com o stress e a pressão. Já faz 8 anos que atuo nessa área. Então, acho que a gente adquire uma maturidade profissional e vai aprendendo com os erros, que são constantes, mas, que ensinam muito. Embora a gente viva em um mercado onde o erro seja condenável. Eu não acredito nisso. Acho fundamental errar. É sempre daí que tiramos as maiores lições, onde mais aprendemos.

betamaia_secretsandstaff_janainamassote5

4. Sei que você ama viajar e está constantemente de malas prontas pra algum novo destino. Qual é o seu lugar favorito no mundo? Que experiência você trouxe desse lugar?

Viajar é um vício. Me conectar com o mundo é fundamental e, às vezes, a rotina bloqueia um pouco isso. Quando se faz as mesmas coisas sempre, convive com as mesmas pessoas sempre, isso pode ser sufocante. Pra mim é. Então eu viajo. Pra conhecer o novo: gente nova, lugares novos, experiências novas e pra ver a Arte e a Arquitetura que são os alimentos da minha alma! Não tenho lugar preferido no mundo. Tenho lembranças muito queridas de Londres, em função de grandes amigos que tenho lá. E porque a cidade é incrível mesmo! Quero morar lá! Mas, tenho lembranças incríveis de Paris também, porque lá vi muita coisa que estudei a vida inteira e foi uma emoção indescritível ter contato com aquilo tudo de perto. Enlouqueci! Quero morar lá! Mas, eu amo São Paulo, por exemplo! Uma cidade sensacional, vibrante e que me recebe tão bem, que me faz voltar sempre! Quero morar lá! E tem o Rio.. que dispensa qualquer apresentação ou descrição. Quero morar lá! Também! rs As experiências que trago dos lugares que eu conheço são as coisas que me fazem ser quem eu sou. É o amor das pessoas que me recebem sempre de braços abertos, são as emoções que a arte me provoca, são as alegrias e as tristezas que vivo em lugares diferentes que me fazem sair de mim mesma e me transformar um pouco no olhar do outro, do novo. Fundamental na vida!

betamaia_secrtesandstaff_janainamassote4

5. Você está lendo o que no momento? E ouvindo o que?

Estou tentado ler o Filho de Mil Homens, de Valter Hugo Mãe. Um livro que tem me provocado bastante. Ele trata de temas como amor, solidão, preconceito.. Enfim, um livro sensível e que faz pensar.

  A música foi meu primeiro amor. Desde antes de nascer. Herdei do meu pai essa condição. Ouço muita coisa. Amo os clássicos da Bossa Nova, do Rock, do Jazz, do Soul, do Pop, mas, procuro entrar em contato com coisas novas também. Coisas que me provocam, que me tiram da zona de conforto. E pra me mostrar essas descobertas, tenho amigos estudiosos, DJs, que sempre trazem indicações. Não largo o Spotify. Tenho uma playlist com mil coisas variadas. E estou sempre de olho nas playlists desses amigo ‘entendidos’.

betamaia_secretsandsatff_janainamassote7

6. Até pouco tempo atrás eu era muito questionada sobre casar e ter filhos. Você também já viveu ou vive esse tipo de pressão? Como lida com isso?

Preguiça infinita desse assunto. Estamos quase em 2016 e ainda tem gente achando que a felicidade depende de um modelo pré definido e formatado em função de uma sociedade machista, ultrapassada e que destrói qualquer possibilidade de liberdade feminina! Como lidar com isso? É só aprender a pensar por si só, se conhecer e descobrir o que realmente te realiza na vida. Tá fácil, né? Rs

betamaia_secretsandstaff_janainamassote6

7. Você curte esse movimento de mídias sociais? Já arrumou algum namorado pela internet? Como você enxerga essa exposição?

  Adoro esses Apps! Rs Não tenho o menor preconceito! Já conheci muita gente interessante, vivi experiências muito legais, já namorei. Uma diversão! Enfim.. Lógico que existem as ciladas, as pessoas sem noção, ou que não querem nada com nada. Mas, isso existe fora da internet também. É difícil conhecer as pessoas de qualquer jeito. E acho que o feeling conta muito pra identificar essas coisas. Mas, o perfil com o qual me identifico nunca foi muito padrão mesmo. Então, acho que fica mais fácil. Eu, que não sou muito de night e baladas, tenho a chance de conhecer pessoas que jamais conheceria fora da rede. E tenho tido muitas trocas legais. De verdade. Talvez eu tenha tido sorte, ou talvez, só feito boas escolhas mesmo. Não vejo isso como exposição. As pessoas se expõem mil vezes mais com as declarações no face ou as fotos diárias no insta. Nesses outros apps, está todo mundo na mesma situação. Todo mundo buscando basicamente a mesma coisa. Se vai rolar só uma transa ou uma relação mais duradoura, depende das mesmas coisas das quais dependeria uma relação que começou fora dali.

betamaia_secretsandstuff_janainamassote4

8. A gente geralmente tem um lema de vida, ou uma filosofia, ou algum sonho que nos guia. Qual é o seu segredo para uma vida mais leve?

O que eu busco sinceramente e incansavelmente na vida é evoluir. Sempre! Tento todos os dias evitar preconceitos e procuro muito respeitar as pessoas que convivem comigo.

Muito obrigada Jana, foi ótimo ter você aqui!

PS.: Secrets and Stuff com a Thais Farage.

Tags:


,

dezembro 9, 2015 8:23 pm

Comentários

2

Você também pode gostar....

Comentários

2

Posts que você pode gostar