Visite Inhotim sem pressa

By

photo5046637120726345724

Na última terça-feira eu me presenteei com um dia de folga e fui para Brumadinho, deitar na grama do Inhotim…

photo5046798632971511952

Depois de passar os 3 últimos meses em 2 projetos grandes, outros 3 em andamento, mais as aulas, eu decidi tirar férias; nem que fosse de mim mesma, nem que fosse de 1 dia apenas. Foi exatamente isso o que eu fiz, depois de fazer entregas importantes e sentir a energia do corpo ruir, de cansaço e de alegria, deixei a minha agenda livre na última terça, onde o único plano que eu tinha era não fazer nada. Só o que eu não esperava era que eu fosse fazer nada em Inhotim, sem pressa, do jeito que eu gosto.

photo5046637120726345723

Acredito que você já ouviu falar no Inhotim, um dos mais importantes acervos de arte contemporânea do Brasil, espalhados em galerias de um Museu a céu aberto, coberto e rodeado por jardins naturais, um cenário magnífico. Se você nunca ouviu falar ou ainda não conhece, eu indico de olhos fechados.

photo5046798632971511954

Eu já visitei o Inhotim algumas vezes, e tenho a certeza plena de mesmo assim não ter conhecido tudo, o que não me aflige, pois, pra mim, uma das principais atrações ali, é exatamente não fazer nada, a não ser co-existir com a vida e a arte do lugar, em seu estado máximo de exuberância.

photo5046637120726345731

Mesmo desprovida do mapa local, sem grandes ambições, eu andei uma boa parte do museu à pé, feliz por ter calçado um tênis bem confortável, também almocei e tomei alguns cafés, entre muitas andanças e reflexões artísticas.

photo5046637120726345734

photo5046798632971511953

É difícil falar ou até mesmo indicar uma galeria preferida, simplesmente porque eu não teria condições. Em cada uma das vezes em que visitei o Inhotim eu me encantei de novo, pelas mesmas coisas, ou conheci novas, que me aqueceram igual.

photo5046637120726345729

Se todo o verde, a arte, a atmosfera, já seriam motivos mais do que suficiente para visitar o Inhotim, o pão de queijo do Café das flores, uma cafeteria charmosa na entrada do Museu, é a atração que te seduz, sem escrúpulos, pelo paladar. A textura do pão de queijo com abundância de recheio de queijo minas – presumo – acompanhado de uma geléia de pimenta quase sem ardor, foi a alegria inesperada minutos antes de partir.

“O melhor pão de queijo do mundo”

photo5046637120726345732

……………………………..

Bônus:

Não falar da arte da japonesa Yayoi Kusama não seria justo. Depois que entrei no cômodo escuro repleto de bolinhas coloridas, me dei conta de que aquele trabalho me era familiar, tive a impressão de ter visto algo similar em instalações anteriores, mas apenas isso, eu não sabia mais nada sobre o que estava vendo.

Vendo e sentindo, porque essas bolinhas me arrancaram risadas, é sério. Concordo que pode parecer lúdico e sem sentido demais, mas eu não sei qual é o segredo dessas bolinhas, seja a cor, talvez, a escuridão dos comôdos, ou exatamente a fusão dos dois. A verdade é que elas me transmitiram uma sensação de alegria, tanto até que pensei em colocar bolinhas coloridas na decoração da minha casa (rs).

photo5046637120726345727

photo5046637120726345728

De tudo, eu indico 3 coisas:

  • Visite Inhotim uma, duas, todas as vezes que tiver oportunidade.
  • Tire um dia de folga sem rumo, recarregar as energias é preciso.
  • Pesquise a arte, o trabalho, a história e a vida de Yayoi Kusama.

Quero saber se já visitaram o Inhotim, gostam do lugar?

Tags:


,
,
,
,

abril 24, 2019 9:02 pm

Comentários

0

Você também pode gostar....

Comentários

0

Posts que você pode gostar