Você trabalha muito?

By

photo5132107631341709347

Porque toda vez que eu encontro pessoas queridas, nosso primeiro segundo de conversa é sempre esse…

“A gente deveria se encontrar mais, mas eu estou trabalhando muito.”

É bem provável que esse seja o seu discurso também, porque trabalhar demais virou sinônimo de qualquer coisa que tenha muito valor nos tempos de hoje, já reparou?

E, não basta só trabalhar demais, tem que dizer que está, mostrar pra todo mundo, como se fosse preciso dar satisfação para chefes inexistentes.

Avaliando a minha agenda de atividades no final do ano passado, ao mesmo tempo que lutando em vida contra uma crise de ansiedade, justamente por estar trabalhando muito, eu olhei para aquele cenário caótico – da minha agenda –  e tentei avaliar com o distanciamento que avaliaria o cenário de uma outra pessoa: Estava humanamente impossível. Porém, tudo o que estava ali, havia sido colocado por mim, ou seja, se existia um culpado, eu mesma levei a culpa.

Você trabalha muito, talvez, pra ganhar muito dinheiro, espero.

Você tem tempo para lavar o cabelo com calma?

Você tem, pelo menos um dia na semana, pra tomar um café, com um amigo, e falar da vida apenas?

Você tem tempo, e dinheiro, suficiente, para fazer uma viagem agora?

Você tem tempo, enquanto não estiver trabalhando muito, para focar no seu projeto do coração?

Você tem energia, quando não está morta de cansaço, para fazer uma arrumação especial no seu guarda-roupas?

Você consegue, sair para um date, e não checar se algum cliente enviou uma mensagem de trabalho?

Você tem tempo de não fazer absolutamente nada sem se preocupar que deveria estar fazendo algo que te rendesse dinheiro?

Você está feliz com o tanto de dinheiro que você tem, dadas as horas que você dedica para ganhá-lo?

Você trabalha muito porque quer, ou porque não tem outro jeito? Ou porque, até mesmo, nunca pensou que talvez tivesse…

Encontrei uma amiga hoje de manhã e colocamos um “Café com bolo” na agenda, na certeza de que assim vamos nos ver mais.

Tem um vídeo da Fernanda Neute, do canal Feliz com a Vida, onde ela aborda o tema Produtividade com Criatividade, a mudança no formato de trabalho ao longo dos anos; e como as organizações idealizam formas criativas de trabalho, e a própria criatividade em si, mas valorizam mesmo a produtividade, o lucro, o dinheiro, melhor dizendo.

Como você lida com essa equação?

Eu trabalho porque gosto de trabalhar, porque quero fazer coisas que só o dinheiro pode pagar, mas não quero entupir a minha agenda de tarefas como se o meu dia tivesse 90 horas, porque ele não tem.

Você trabalha muito? Tem algum segredo para equilibrar essa balança, algo que você consegue fazer que dá certo, conta aqui, vou adorar ouvir!

 

PS.: Criatividade e trabalho, AQUI!

Tags:


,
,

maio 23, 2019 3:09 pm

Comentários

0

Você também pode gostar....

Comentários

0

Posts que você pode gostar